Notícias

Abertura de mercados | 26 de fevereiro de 2021

A bolsa de lisboa abre em terreno negativo a par com as principais praças europeias. O PSI-20 está a desvalorizar 1,75%.

A bolsa nova-iorquina encerrou em forte baixa, com os investidores cada vez mais nervosos com o ritmo de progressão as taças das obrigações do Tesouro a 10 anos, que atingiram um máximo dos últimos 12 meses. (Lusa);

O Senado norte-americano chumbou ontem a discussão do aumento do salário mínimo, uma proposta incluída no plano de recuperação económica apresentado pelo Presidente Joe Biden, que exortou à aprovação rápida do pacote, apesar deste revés; (Lusa);

Quase meio ano depois da última avaliação, a DBRS volta a olhar para o rating da dívida portuguesa. Portugal é "BBB high" para a agência de notação financeira canadiana, categoria que deverá manter. E mesmo a perspetiva "estável" será conservada, dizem os especialistas ao ECO, mas haverá alertas para os efeitos da crise pandémica. A escalada da dívida não passará despercebida; (ECO);

O Norges Bank, o fundo soberano da Noruega, fechou 2020 com uma aposta de 1,44 mil milhões de euros em ativos nacionais, especialmente no mercado acionista. É um aumento face ao ano anterior, explicado em grande parte pela valorização da participação que o maior fundo soberano do mundo tem na EDP; (ECO);

O resultado líquido do Grupo BCP ascendeu a 183 milhões de euros o que traduz uma queda de 39,4% face aos resultados de 2019 que foram de 302 milhões de euros. Esta evolução é influenciada pelo contexto de pandemia Covid-19 e por provisões para riscos legais associados a créditos em francos suíços concedidos na Polónia. (Económico).

Acompanhe os principais títulos e índices dos principais mercados em bancomontepio.pt/mercados.

ImprimirTamanho da letraA-A+